Este ano, a Petrobras lança a maior edição do modelo atual do Programa Petrobras Jovem Aprendiz, com número recorde de vagas disponíveis – serão preenchidas mais de mil vagas em 13 Estados e no Distrito Federal, abrangendo todas as regiões do Brasil. Um aumento superior a 50%, em relação ao oferecido na última edição.

Um diferencial desta edição é oferecer duas modalidades de aprendizado – a aprendizagem profissional básica, que tem duração de 15 meses, ou o curso técnico, com duração de 20 meses, ambas realizadas pelo Senai, com aulas teóricas e práticas, e também inclui vivências de aprendizagem em unidades da Petrobras. Com isso, os jovens aprendizes podem obter, ao final do programa, um diploma de formação técnico-profissional, qualificando-se para concorrer a vagas de nível técnico no mercado de trabalho.

Reafirmando o compromisso da Petrobras com a promoção da diversidade, o programa tem cota de 10% para pessoas com deficiência (PCD), 15% para adolescentes egressos de trabalho infantil, e 10% para adolescentes em situação de acolhimento institucional, como abrigos, casas de passagem e residências inclusivas. Em caráter experimental, também serão contemplados 20 aprendizes em cumprimento de medidas socioeducativas.

As vagas serão destinadas Manaus (AM), Salvador, São Sebastião do Passé (BA), Fortaleza (CE), Brasília (DF), Vitória (ES), Betim (MG), Três Lagoas (MS), Ipojuca, Recife (PE), Curitiba (PR), Natal (RN), Canoas (RS), Aracaju (SE), Cubatão, Mauá, Paulínia, Santos, São José dos Campos, São Paulo (SP), Duque de Caxias, Macaé, Rio de Janeiro e São Gonçalo (RJ).

O programa oferece oportunidades para jovens aprendizes em diversos cursos de aprendizagem, como assistente administrativo, auxiliar de caldeireiro, assistente de operações logísticas, mecânico de bombas, motores, compressores e equipamentos de transmissão, encanador hidráulico, instrumentação, eletricista industrial, eletricista predial, mecânico industrial, operador de suporte técnico em tecnologia da informação, técnico em desenvolvimento de sistemas, técnico em automação industrial, técnico em eletrotécnica, soldador, entre outros. Também inclui, pela primeira vez, um curso técnico em sistemas de energias renováveis, buscando preparar jovens para as novas demandas que surgem com a transição energética.

Benefícios

Os aprendizes contratados pela Petrobras terão como benefícios salário mínimo integral, vale-transporte, 13º salário, férias, recolhimento de FGTS e possibilidade de adesão ao benefício de saúde (Gympass).

Para se candidatarem ao curso de aprendizagem básica, os jovens devem ter idade entre 14 anos e 22 anos e 8 meses. Já para o curso de técnico, a idade exigida vai de 14 anos até 22 anos e 3 meses. Porém, a idade máxima não se aplica aos candidatos PCD. Mais detalhes sobre o edital, vagas disponíveis e cidades atendidas podem ser consultadas no link https://petrobras.com.br/quem-somos/jovem-aprendiz.

As inscrições estarão abertas de 5 de abril até 12 de abril e podem ser feitas pelo site https://trabalheconosco.vagas.com.br/jovemaprendizpetrobras, que estará disponível a partir do início das inscrições.